Eleições 2020: Conheça o candidato João Bosco

Nasci em Cruzeiro, aqui na Região do vale do Paraíba.
Tenho o maior orgulho de dizer, que a minha origem vem de uma família pobre e operária.
Fiquei órfão de pai aos 6 anos de idade.
Com apenas 18 anos, deixei a família, vim estudar e tentar a vida aqui em São José dos Campos.
Trabalhei de dia, para custear os meus estudos à noite, na Faculdade de Economia. Onde me formei e fui professor. Também dei aulas na Faculdade de Engenharia Química de Lorena.
Tenho larga experiência de trabalho tanto no Legislativo, quanto no Executivo.
Fui Vereador em São José, durante 20 anos.
Trabalhei na Assembleia Legislativa de São Paulo, durante 34 anos.
Trabalhei no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo Estadual.
Fui Secretário Municipal da Juventude e Secretário Municipal de Esportes e Lazer de São José dos Campos.
Sou Cidadão Joseense, por decisão unânime da Câmara Municipal.
Sou grato a esta Cidade por tudo de bom que ela por mim fez.
Agora, sou pré-candidato a Prefeito!

Quais os seus projetos e planos para melhorias na cidade de São José dos Campos?

Mobilidade
● Redução da tarifa de ônibus, ou até tarifa zero se for viável.
● Expandir o passe de ônibus para estudantes para todos os alunos das redes pública e particular de ensino básico, médio e superior.
● Retomar os debates e audiências públicas visando a nova licitação dos serviços de transporte coletivo urbano, levando em conta os debates já realizados e as propostas surgidas ao longo da campanha eleitoral. Bem como adiar, ou se for o caso, dar continuidade às audiências populares visando a publicação de novo edital de licitação, vez que o publicado pelo prefeito em final-de-mandato se encontra sob alvo de Ação Judicial impetrada pelo PCdoB, em julho de 2020.
● Priorizar a frequência das linhas sobre o número de linhas em rotas similares. Há muita falta de horários a noite.
● Incentivar a criação de linhas de ônibus entre bairros, sem passar pelo centro.
● Melhorar a integração entre linhas (quando é necessário o passageiro trocar de ônibus).
● Priorizar novas linhas em bairros periféricos que estejam mal integrados à cidade.
● Incentivar o uso de ônibus articulados (“sanfona”) em linhas de alta densidade.
● Dialogar com as cidades vizinhas para integrar o sistema de transporte público e de medidas conjuntas para melhorar o impacto negativo do trânsito das rodovias que cortam as cidades, especialmente a Dutra.
● Necessária melhor padronização de calçadas e revisão do atual modelo de “calçada segura”. ● Considerar um sistema municipal de bicicletas de aluguel, já que a iniciativa privada abandonou o projeto.
● Ampliar e integrar a malha cicloviária.
● Estudar implantação da eletrificação dos ônibus, ao menos nas principais vias usando trolleybus e/ou trolleybus híbrido. Este último é híbrido no sentido de poder sair das vias eletrificadas temporariamente, não necessitando eletrificar todas as vias.
● Incluir a população quanto a mudanças no trânsito de vias existentes.
● Priorizar projetos de pavimentação em bairros periféricos.
● Estudar novos modais de transporte, especialmente os de alta capacidade como bondes e trens, para planejamento de longo prazo.
● Reavaliar a questão dos cobradores de ônibus. Cobradores não apenas cobram, mas também aliviam a carga de trabalho sobre o motorista. Eles também desempenham uma função social e poderiam ser treinados para outras funções, como primeiros socorros.

Saúde

A ocorrência de doenças mentais na população aumentou muito nas últimas décadas, especialmente depressão e transtornos de ansiedade. Entretanto o atendimento público é escasso e o particular é muito custoso para a maioria da população. ○ Propõe-se esforços para diminuir o tempo de espera para consultas de psicólogos e psiquiatras, que atualmente é de 1 a 6 anos. ○ Incentivar a educação sobre saúde mental nas escolas.
● Implantar Núcleo de apoio a Saúde da Família (NASF).
● Criar serviço de assistência psicológica na atenção primária.
● Criar equipes de consultório de rua para cuidados com a população em situação de rua.
● Criar Programa de Atendimento Domiciliar ao Idoso e aos acamados em áreas sem estratégia saúde da Família, com acompanhamento personalizado.
● Revisar funcionamento do Hospital da Mulher, que fora descaracterizado.
● Melhorar o acesso da população a saúde em todos os níveis de atenção.
● Aumentar a oferta dos serviços de saúde mental na cidade.
● Ampliar o número de unidades de atendimento móvel de urgência (SAMU).
● Fortalecer a atenção primaria de saúde com a ampliação da cobertura do territorial da estratégia saúde da família.
● Apoiar e facilitar as atividades de educação permanente para profissionais da saúde.
● Qualificar o cuidado à saúde da mulher em todos os níveis de atenção (primária, secundária e terciária).
● Adoção de práticas integrativas como terapia fitoterápicos (plantas e métodos tradicionais) em parceria com pequenos produtores e a rede municipal de saúde.
● Fortalecer e estimular a participação social no SUS através dos conselhos locais de saúde, conselho municipal e a conferência municipal de saúde.
● Estimular a implantação de campanhas itinerantes nos bairros periféricos, voltadas a exames oftalmológicos, psicológicos, odontológicos, diabéticos, ginecológicos e urológicos. Acompanhar a isso palestras, seminários e oficinas sobre detecção e prevenção de doenças.
● Melhorar o combate à mosquitos transmissores de doenças, carrapatos, ratos e pombos.

Educação
Retomada do formato da antiga JISC (Jornada Estudantil de Integração Sócio-desportivo-cultural). Incentivar a participação de todas as escolas instaladas no município, tanto escolas públicas e privadas.
● Criar programa de estímulos aos grêmios estudantis livres.
Estimular a formação de bandas e fanfarras nas escolas públicas e privadas.
● Incentivar o estudo, atividades culturais e programa de artes.
● Aumentar os esforços para a expansão das escolas integrais.
● Incentivar a participação em olimpíadas e maratonas das várias conhecimento e atividades que mesclem cooperação com competição e melhorem o ensino de ciência nas escolas.
● Expandir o programa de informática nas escolas e espaços públicos e também incentivar o aprendizado de programação.
● Realizar parcerias com entidades que já realizem projetos na área de educação visando ao fomento do reforço escolar, ensino profissionalizante, esporte, cultura e lazer integrados com as atividades escolares.
● Cuidar da educação ambiental como atividade extracurricular.
● Promover programa de desporto escolar.
● Promover a prática de esportes e educação física. Estender a educação física para o Ensino Fundamental I (1° ao 5° ano).
● Incentivar projetos que objetivam o desenvolvimento emocional dos alunos.
● Investir no aumento de vagas em creches, inclusive procurando viabilizar creches de tempo integral.
● Democratizar a gestão das escolas, de preferência através de eleição de lista-tríplice pela comunidade escolar (pais, professores, funcionários e alunos), a ser submetida ao prefeito.
● Ouvir sempre a representação sindical e associativa dos profissionais de educação (direção, professores, técnicos, funcionários, etc) em toda e qualquer discussão envolvendo as reivindicações salariais e de condições de trabalho dessas categorias.
● Trazer a comunidade mais próxima das escolas: ○ Possibilitar o uso das quadras esportivas das escolas pela comunidade do entorno. Possibilitar também o uso do ambiente escolar para reuniões, palestras, debates e atividades culturais em dias e horários inativos.
● Apoiar os cursinhos populares e gratuitos, preparatórios para vestibulares.
● Valorizar o professor e incentivar sua formação continuada.
● Intensificar os esforços de manutenção da estrutura física das escolas. ○ Expandir quando possível a cobertura de ar condicionado nas salas de aula.
● Propor parcerias com as instituições públicas de ensino superior locais para conceder auxílio financeiro para estudantes de baixa renda que vem estudar em São José dos Campos de outras cidades.
● Promover a integração de alunos portadores de necessidades especiais nas escolas municipais.
● Avaliar, junto aos professores e demais servidores da educação, soluções para o problema dos dois planos de carreira

Segurança
● Criar um conselho deliberativo de segurança pública com representantes de bairros, universidades  e organizações populares.
● Ter uma Guarda Municipal que respeite com os direitos humanos e atue junto às outras instituições de segurança pública do estado e união. ○ Auditar a conduta e operação da Guarda Municipal e reformá-la conforme necessário. Existem diversos relatos de truculência e agressão por parte dos guardas municipais sobre trabalhadores e ainda foram adquiridos fuzis de assalto, um tipo de armamento que não tem motivo funcional dentro do escopo de atuação de uma Guarda Municipal.
● Assegurar um serviço de segurança pública, integrado e de inteligência, que priorize a ordem, a paz e a harmonia social, que respeite os direitos das pessoas e não seja, simplesmente, como é hoje, mero instrumento de proteção de bens patrimoniais.
● Levantar junto com a Defesa Civil e os bairros a frequência e tipo de desastres, como danos por temporais recorrentes, alagamentos, deslizamentos, entre outros.

Habitação
● Criar a Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária e direcionar esforços para a regularização de bairros e loteamentos e a viabilização de moradia digna de caráter popular a população de baixa renda.
● Implantar a quota social de loteamento. Nela, cada loteador deverá dispor de uma porcentagem do loteamento para a moradia digna popular, na forma de lotes, ou compensação financeira equivalente, para um fundo de moradia digna popular.
● Criação de um banco municipal de materiais de construção. O banco receberá doações e sobras de materiais e destiná-los a quem mais precisa
● Envolver as cooperativas e associações de comunitárias nas decisões acerca da produção habitacional.
● Intensificar a aplicação da outorga onerosa e direcioná-la para um fundo municipal destinado à construção de habitação popular de qualidade e à regularização fundiária.
● Incentivar a construção de casas populares de qualidade em regime de mutirão pela comunidade.
● Priorizar manter habitantes de ocupações nas proximidades de onde ocupam ao invés de isolá-los nos confins da cidade.

Um dos grandes problemas no que tange à qualidade de vida na cidade é a perturbação do sossego / fluxo. Qual a proposta do candidato(a) para minimizar ou acabar com o problema?
● Viabilizar o incremento da quantidade e da qualidade de eventos culturais, artísticos, desportivos e de lazer, voltados a atender as demandas próprias da juventude.

A Ponte estaiada foi a melhor solução para o trânsito na região da rotatória do Colinas?

● Existem dúvidas e controvérsias levantadas por técnicos e especialistas sobre a eficácia dessa obra; bem como, do seu valor. Faremos uma avaliação objetiva, crítica sobre a real utilidade da mesma, ouvindo os técnicos da prefeitura e independentes.

Qual a sua avaliação sobre a administração dos últimos 4 anos?
Negativa, deixou muito a desejar.

Quais as principais carências de São José? Quais serão suas prioridades?

São muitas, nas demais respostas pode-se identificar algumas delas.

Sobre economia, como você pretende atrair empresas para São José e por consequência diminuir o desemprego na cidade?

● Recriação em novas bases do “Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Município”, como órgão de consulta, aconselhamento e deliberação do governo municipal. A ser composto por representantes indicados pelos vários sindicatos militantes na cidade, ACI, Fiesp/Ciesp, as várias universidades e institutos de pesquisa e ensino públicos e privados, prefeitura e câmara municipal e demais representantes populares relevantes. E criação do respectivo fundo.
● Incentivar a criação de uma plataforma municipal para motoristas de aplicativo no qual os motoristas e funcionários operem como uma cooperativa. O sistema tendo sucesso, poderia ser expandido para outras categorias precarização, como entregadores, e até expandido para outras cidades.
● Aperfeiçoar o programa de qualificação de mão-de-obra existente (Qualifica São José). Disponibilizar os cursos nos bairros também, não apenas no centro.

Por que o leitor deve votar em você?
Pelas razões e propostas até aqui apresentadas, me sinto bem preparado para administrar o futuro da nossa querida Cidade de São José dos Campos.
Fazer por ela e seu povo, ainda mais e melhor.

Conheça os outros candidatos para prefeitura de São José do Campos
– Coronel Eliane Nikoluk | PL
– Dr. Constantino Cury | PSB
– Felicio Ramuth | PSDB
– João Bosco | PCdoB
– Luiz Carlos | PTC
– Marina do Psol | PSOL
– Professor Agliberto | Novo
– Raquel de Paula | PSTU
– Renata Paiva | PSD
– Senna | PSL
– Wagner Balieiro | PT

Obs: Todo o conteúdo das respostas foram enviados pelos candidatos. Os textos foram publicados na íntegra. Não houve qualquer edição por parte da reportagem. Os 11 candidatos receberam o mesmo roteiro de entrevista.

LIFE | cotidiano - Publicado 08:00 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *