Editorial: Nem Jesus conseguiu agradar a todos

Por uma sociedade mais tolerante e menos ofensiva

Por Esrom Vellenich
Como já dizia Georges Duhamel, médico e escritor francês, “O homem é incapaz de viver só, e é incapaz também de viver em sociedade”. Fico imaginando onde foi que a gente se perdeu? Que momento é este que vivemos, onde a tolerância é zero, onde não existe mais gentileza, não existe mais um bom papo nem o respeito com a opinião do próximo.
Já não está fácil este isolamento por causa da pandemia, que reflete o que Duhamel já dizia: “Somos incapazes de viver só”. Isto mostra que precisamos uns dos outros, mas nossa incapacidade de viver em sociedade é um ponto que não consigo me conformar. As redes sociais são um exemplo de que pessoas confortáveis por trás da tela descarregam suas ofensas e críticas, muitas vezes sem ler a própria postagem as quais se referem.
Nada está bom, e vou dar um exemplo. Recentemente a Life postou uma matéria de um acidente com o título: “Centro Life: Idosa perde o controle do carro e bate em semáforo na São João”. Houve uma enxurrada de críticas na time line da postagem. Uma leitora falou que temos que dar o nome, já que idosa tem nome! Se colocamos o nome a mesma pessoa certamente iria criticar porque escrevemos o nome.
Outra internauta falou que deveríamos colocar senhora e não idosa, pois idosa não é nome próprio, ou seja, nada está bom, simbolizando o ditado que já diz. “Se nem Jesus agradou a todos, quem vai agradar”?
Acontece que não existe um padrão definido para o jornalismo contemporâneo, cada veículo tem a sua própria linguagem e o seu modo de comunicar. Se não está feliz da forma como a Life conversa ou relata uma notícia, basta descurtir nossas redes sociais! Estamos aqui há mais de 10 anos informando com ética, imparcialidade, respeito e muito amor. Aqui não tem partido, se um político fizer uma coisa boa elogiaremos, caso faça uma coisa ruim questionaremos, no respeito e sempre com direito à resposta.
Outro dia postei um passeio que fiz de bicicleta e mostrei o chão iluminado na calçada da ponte estaiada e o deck feito na rotatória do Colinas, pronto! Já criticaram, falaram que faço propaganda para o prefeito, que estou aparecendo muito porque quero ser vereador. Isto foi engraçado, como já disse publicamente, houve convite de vários partidos, mas sigo aqui na Life, não sou candidato, não sou filiado a nenhum partido. Faço estes tipos de vídeos há muito tempo. O que quero dizer é que em qualquer ação temos julgamento!
Leitor, estamos passando por um momento muito complicado onde o Brasil se divide, estamos sem referência, tudo é briga política, estado contra governo federal, governo federal contra estados, prefeitura contra estado! Não está fácil! Por isto precisamos fazer nossa parte! Sermos tolerantes, educados, gentis, precisamos propagar o amor, chega de propagar ódio! Isto só vai piorar!
Sigamos em frente e boa leitura da revista que eu e o Humberto fazemos com muito carinho para você!

LIFE | cotidiano - Publicado 17:54 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Baixe nosso aplicativo para facilitar ainda mais o seu acesso.

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

10 thoughts on “Editorial: Nem Jesus conseguiu agradar a todos

  1. FABIO CESAR C MANAO disse:

    Sr. Esrom de minha parte e tenho certeza que também da maioria dos seus leitores só tenho elogios ao Life informa que tornou a informação regionalizada e portanto mais próxima do cidadão. Parabéns a toda equipe.

  2. Aline disse:

    Gente chataaaa!!! Se a gente mandar lavar uma louça vão problematizar até quem deve e quem não deve lavar a louça dentro de casa. Deve ser povo frustrado q não teve atenção na infância.

  3. JOAO ROSA disse:

    Sigam em frente. Aqui em casa estamos com vocês. Um abraço. Um abraço a todos.

  4. Carlos Alberto Cunha disse:

    Perfeito. Vocês têm toda razão. Sejamos tolerantes!

  5. Regina Marta Maciel disse:

    Parabéns pela pela postagem realmente está insuportável as redes sócias as pessoas só querem aquilo que lhe convém não tem mais respeito , educação passa longe estou totalmente desacreditada do ser humano infelizmente..

  6. Anderson Plinio Nakano Silva disse:

    Muitoooo bom caro amigo Velle! Assino embaixo do seu artigo-desabafo.

    Sou leitor da Life e gosto do estilo jornalístico adotado, não buscam opinar o que é certo ou errado ou tecer algum comentário diante de acontecimentos, seja qual for, vocês noticiam fatos e ponto.

    Outro dia um guarda-civil aqui da cidade me falou: “Amigo, essa é a cidade do mimimi”. Pensei comigo, imagina a rotina desse profissional e de tantos outros funcionários públicos que são humilhados, recebem carteiradas e coisas muitos piores, e ainda assim precisam ter saco para aturar uns e outros, que insistem terem a razão suprema.

    Essa geração dos meus pais, que estão com tempo e disposição para ficar fuxicando a vida alheia e preocupados com detalhes tão nada haver, deveriam se preocupar em dar um exemplo melhor para seus netos, pelo menos, e tentar encontrar algo útil à fazer como cuidar do jardim, cultivar uma horta, e deixar o moralismo de lado.

    Abraço fraterno cara!

  7. JOAO CARLOS ROCHA disse:

    Esrom, você e Humberto fazem um trabalho de qualidade. Comigo são merecedores de muita credibilidade. Só tenho que agradecer. Abraços

  8. Raquel disse:

    Sou leitora assídua e gosto muito do modo como postam as notícias. Uma linguagem de fácil entendimento. Quanto a quem não gosta é só deixar de seguir, simples assim. Continuem com o mesmo jeito de escrever e noticiar. Grata por todas as notícias que nos mantêm atualizados.

  9. Maria de Lourdes Cardoso ROSA disse:

    Continuam dando as notícias gosto de saber.Esse povo é muito chato não estão satisfeito com nada. Sempre pondo defeitos em tudo parabéns.

  10. Carmela Pellegrino Pisa disse:

    Continuem com o trabalho apresentado até agora. Trabalho de informação tão necessário para os bairros.
    Tem nossos elogios e apoio.
    Para os insatisfeitos,procurem outro canal de comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *