Carlinhos e Itamar têm mandatos cassados pela justiça

O prefeito de São José dos Campos, Carlinhos Almeida, e seu vice, Itamar Coppio, tiveram seus mandatos cassados por uso indevido dos meios de comunicação, na sessão desta quinta-feira (15), pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP). A decisão, unânime, modificou a sentença de primeiro grau, que considerou a ação improcedente, e aplicou, ainda, a pena de inelegibilidade.

Aquarius Life 61 Carlinhos AlmeidaConforme o julgamento, durante a campanha eleitoral de 2012, os então candidatos foram beneficiados por propagandas veiculadas em televisão e jornal, pagas por empresas locais, além de terem suas candidaturas enaltecidas em programa de rádio. Os magistrados concluíram haver manifesta promoção de propaganda irregular que, de maneira dissimulada, foi capaz de influenciar na liberdade de escolha dos eleitores.

A relatora do processo, juíza Claudia Lúcia Fonseca Fanucchi, ressaltou que a condenação pela conduta ilícita “independe de ciência e participação do candidato, ou da existência de vínculo com os autores, desde que evidenciado no caso concreto que aqueles atos tiveram o condão de desequilibrar a disputa eleitoral”. Comprovado o uso indevido dos meios de comunicação, a Corte decidiu pela cassação do prefeito e de seu vice, além de declarar ambos inelegíveis por oito anos.

Carlos José de Almeida foi eleito em 2012 pelo PT com 180.794 votos (50,98% dos votos válidos). Nas Eleições 2016, Almeida ficou em segundo lugar na disputa pela Prefeitura de São José dos Campos.

Outro lado
A assessoria de imprensa do prefeito Carlinhos Almeida informou, em nota, que ele permanece no cargo, já que cabe recurso à decisão no TSE. “Carlinhos afirma não ter cometido nenhuma irregularidade na campanha de 2012, tanto que o decisão em 1ª instância considerou a ação improcedente”, diz.

O vice Itamar Cóppio disse desconhecer a decisão e que em setembrou foi absolvido em primeira instância no processo. “Não houve nenhuma irregularidade na campanha e não fui notificado”, disse.

TRE
A decisão tem um prazo de 10 dias para ser publicada e, depois disso, o prefeito tem mais três dias para recorrer. Antes desse prazo, ele não precisa sair do cargo, mesmo que seja notificado.

Como os prazos ficam todos suspensos a partir da próxima terça (20), por causa do recesso do tribunal, ele deve acabar o mandato no cargo.

LIFE | destaques - Publicado 23:21 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *