Caminhão cai na Tamoios no dia de entrega da obra de duplicação


Não havia mureta de proteção no km 27; três pessoas tiveram ferimentos leves

Três pessoas ficaram feridas após um acidente registrado na manhã desta sexta-feira na Rodovia dos Tamoios (SP-99), principal acesso ao litoral norte do estado. Durante a colisão, na pista sentido Caraguatatuba, um caminhão caiu na ribanceira porque não há mureta de proteção no trecho.

A colisão ocorreu uma hora antes do horário marcado para a cerimônia de entrega da obra de duplicação do trecho de planalto da rodovia. O evento, que conta com a participação do governador Geraldo Alckmin (PSDB), começou por volta das 10h no km 29.

O acidente ocorreu na altura do km 27, em Paraibuna, quando um caminhão freou para fazer uma curva fechada. O veículo que vinha em seguida bateu na traseira do primeiro e caiu na ribanceira. O presidente da Dersa, Laurence Casagrande, responsável pela obra, minimizou a falta da mureta no trecho e afirmou que o acidente ocorreu por uma falha mecânica. “É preciso entender a circunstância que esse acidente aconteceu. Tínhamos um caminhão descendo a serrinha que perdeu o freio. Ou seja, uma falha mecânica que começou a abalroar outros veículos. Havia sinalização no local, pessoas trabalhando no acostamento que estava interditado”, disse.

Segundo ele, que participou da cerimônia de inauguração da obra, o local é um dos trechos que volta a receber obras nos próximos dias. “O local está dentro dos arremates finais e vai ter toda a segurança complementar garantida. Por isso veja esse acidente como uma fatalidade, pois houve abuso de todas as condições de segurança da via”, disse.

Após quase dois anos de obras e com um mês de atraso, o governo do Estado entrega) a duplicação do trecho de planalto da Rodovia dos Tamoios (SP-99), principal ligação ao litoral norte de São Paulo. Nos próximos dias, a estrada volta a receber obras como a conclusão de acessos e a instalação de telas.

A construção ficou mais cara que a previsão inicial: custou R$ 672,4 milhões – R$ 115 milhões a mais que, segundo o governo, foram necessários devido a mudanças e melhorias no projeto inicial, como aumento na sinalização e reforço em pontes. A verba corresponde à primeira etapa do pacote de serviços de duplicação da rodovia.

O principal impacto na viagem do motorista deve ocorrer depois que o trecho de serra ganhar novas pistas, o que só deve começar no fim deste ano, de acordo com a Secretaria do Estado de Transportes. A obra no trecho de serra tem orçamento de R$ 2,1 bilhões e será custeada em parceria com a iniciativa privada que, em contrapartida, vai instalar pedágio na rodovia. A viagem entre São José dos Campos e Caraguatatuba vai ter o valor aproximado de R$ 8 em três praças de cobrança.

Também serão criados contornos viários que ligarão Caraguatatuba a São Sebastião com o objetivo de diminuir o trânsito na área urbana das cidades. A obra do primeiro trecho, de 6,2 quilômetros e que ligará a Tamoios à praia Martim de Sá e a Rio-Santos, foi iniciada no fim de 2013 e deve ser entregue até junho 2015. Já a segunda parte, que tem 18,4 quilômetros e vai da Tamoios ao bairro do Jaraguá, no pé da serra de São Sebastião, ainda aguarda licença de instalação para o início das obras.


LIFE | cotidiano - Publicado 12:53 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: Clique aqui Telegram
Acompanhe em nosso grupo de Whatsapp:  Clique aqui WhatsApp
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma
Nosso Canal no YouTube:
Entre aqui

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *