Boa notícia: Casos de dengue caem em mais de 80% no quadrimestre

249 pacientes acometidos pela doença neste ano em SJC contra 1.308 no mesmo período do ano passado

Foi divulgado nesta quarta-feira (3), um novo balanço dos casos de dengue no município. O encerramento do primeiro quadrimestre registra um total de 249 pacientes acometidos pela doença na cidade neste ano, contra 1.308 no mesmo período do ano passado – o que representa uma redução de 1.059 casos (80,96%).

Segundo avaliação da Secretaria de Saúde, a baixa circulação do vírus da dengue se deve ao momento sazonal da doença em todo o Brasil e também às ações de prevenções, intensificadas desde o mês de janeiro em todas as regiões da cidade.

Dos 249 casos de dengue registrados desde o início do ano, 178 são autóctones (contraídos no próprio município), 21 importados, 2 indeterminados, 31 aguardando definição de provável local de infecção e 17 aguardando resultados de exames.

A região que apresentou o maior número de casos foi a sudeste, com 66, seguido da sul (61), leste (57), norte (26), centro (24) e oeste (15).

Foram registrados 5 notificações suspeitas de zika, sendo que 3 foram descartadas e 2 estão em investigação. Houve 39 notificações suspeitas de chikungunya, com 1 caso importado confirmado, 28 descartados e 10 em investigação.

Desde o início do ano, a Prefeitura vem intensificando ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor das arbovirores, como dengue, chikungunya, zika e febre amarela.

Foram realizados 13 arrastões, com o recolhimento de mais de 12 toneladas de materiais inservíveis (possíveis criadouros), e visitados cerca de 40 mil imóveis. A Prefeitura também preparou um extenso cronograma de capacitação e treinamento dos profissionais de saúde que atendem diretamente ao público.

Outra ação realizada em abril, em conjunto com o DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial), foi a sensibilização de alunos do ensino fundamental da rede pública do município.

Aedes Aegypti Mosquito

Na próxima segunda-feira (8), a equipe do Centro de Controle de Zoonoses inicia uma nova avaliação de densidade larvária em todas as regiões da cidade.

O objetivo é checar os níveis de infestação de larvas do mosquito Aedes aegypti na cidade. Além disso, o levantamento possibilita saber onde há maior predominância e o tipo de criadouro (recipiente que possa acumular água) mais comum em cada região.

Com base nos dados obtidos nessa avaliação, serão definidas as melhores formas de combate às doenças no próximo período. Por exemplo, pode-se redirecionar e intensificar algumas medidas ou alterar as estratégias de controle do mosquito adotadas pelo município.

LIFE | saude - Publicado 18:11 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *