No 1° teste para o Mundial, Corinthians provoca 5ª derrota seguida do Vasco!

Guerrero fez o gol da vitória corintiana no Pacaembu

O Corinthians fez neste sábado a primeira das seis partidas até o final do Campeonato Brasileiro com sua força máxima pensando na preparação para o Mundial de clubes, em dezembro e animou sua torcida: no Pacaembu e com gol de Guerrero, o time paulista venceu por 1 a 0 o Vasco, que segue sua derrocada na competição. Esta foi a quinta derrota seguida da equipe carioca.

A classificação para a Copa Libertadores cada vez mais se transforma em um objetivo improvável para o Vasco. O Cruz-maltino tem 50 pontos, foi ultrapassado pelo Inter, que também neste sábado venceu o Palmeiras e pode ser passado pelo Botafogo, que tem 47 pontos e também no sábado pega o Atlético-GO, no Engenhão. O Corinthians está em oitavo lugar e tem 47 pontos.

O gol solitário não traduziu o tamanho da superioridade corintiana. Aos 13 minutos do segundo tempo, a defesa carioca afastou a bola duas vezes da área após cobrança de escanteio até Guerrero aproveitar a sobra e chutar forte para a área.

A vantagem poderia ter sido maior para o Corinthians se o time mandante não tivesse desperdiçado tantas oportunidades. Douglas perdeu dois gols feitos, os dois cara a cara com Fernando Prass. Romarinho, que no primeiro tempo teria sofrido um pênalti cometido por Renato Silva, na etapa final poderia ter ampliado a vantagem corintiana driblando o goleiro vascaíno, mas caiu na área pedindo outra penalidade de Silva.

O próximo compromisso do Corinthians será no domingo, dia 4 de novembro, no Serra Dourada, contra o Atlético-GO. No mesmo dia, o Vasco receberá o Sport, em São Januário.

O jogo

O Vasco iniciou a partida com mais presença na frente, apostando principalmente em jogadas pela direita de seu ataque, com Jonas. Porém, o clube visitante exibiu pouco poder de conclusão em suas primeiras tentativas. Do outro lado, o Corinthians apresentou uma postura apática e, além disso, dificuldade na criação, apesar dos esforços de Douglas, sozinho na armação.

A primeira chance da partida saiu pelo lado do clube cruz-maltino, em batida de falta da meia-esquerda, que Juninho Pernambucano mandou por cima do gol. O Corinthuans também teve uma falta a seu favor, que Douglas levantou na área, mas a defesa vascaína levou a melhor.

Consistente na marcação, o ex-corintiano Nilton até tentou se aventurar no ataque, sem a técnica necessária para armar seu time. Quando conseguiu arrancar desde o meio-campo, o volante fez a assistência para Carlos Alberto, que arrematou completamente errado.

Desta forma, o jogo só teve seu primeiro lance de emoção aos 27 minutos, quando Martínez ganhou pela direita e fez o passe para Guerrero, que bateu com força, obrigando Fernando Prass a salvar o Vasco. Na jogada seguinte, o peruano alegou ter sofrido pênalti, mas Leandro Vuaden discordou.

Pouco depois, foi a vez de Romarinho invadir a área e também pedir uma infração, mais uma vez em lance considerado normal pelo árbitro. Depois de um início sonolento, o Corinthians passou a se posicionar mais no ataque e, consequentemente, pressionou os visitantes.

Porém, aos 41 minutos, o time de Marcelo Oliveira quase abriu o placar. Em falta pela esquerda de longe, Juninho Pernambucano permitiu que Felipe Bastos fizesse a cobrança. O chute do volante acertou o travessão de Cássio.

Já nos acréscimos, o Corinthians perdeu chance incrível, no momento em que Douglas recebeu assistência com liberdade na área e bateu de primeira, tirando de Fernando Prass, mas mandando para fora.

Depois do intervalo, o Corinthians precisou de apenas dois minutos para levantar a Fiel. Paulinho fez belo passe na direita para Alessandro, que cruzou para Martínez cabecear com perigo, exigindo mais uma grande defesa de Fernando Prass.

Com mais disposição, os donos da casa seguiram na frente. Romarinho tabelou com Guerrero e chutou para fora. Na jogada seguinte, Fábio Santos abriu na direita para Romarinho, que pedalou na frente da marcação e arrematou sem perigo.

A recompensa por ter voltado mais disposto do intervalo chegou aos 13 minutos. Guerrero pegou rebote na área do Vasco e bateu forte, sem dar chance a Fernando Prass. Assim que sofreu o gol, Marcelo Oliveira tirou Éder Luís para colocar Maicon Assis. No entanto, o time local seguiu melhor no Pacaembu.

Douglas recebeu lançamento em velocidade, com liberdade, invadiu a área, driblou Cássio e permitiu a chegada da defesa, que impediu o chute. O meia, então, tocou no meio para Martínez, que repassou na esquerda para Guerrero, que deu um leve toque por cima de Prass. Mas a defesa chegou na hora para tirar quase em cima da linha.

Depois disso, os dois treinadores apostaram em mudanças. Thiago Feltri e Jhon Cley entraram nos lugares de Felipe Bastos e Marlone, respectivamente, pelo lado do Vasco. Já do lado corintiano, Jorge Henrique e Edenílson assumiram os postos de Romarinho e Martínez. Apesar das mudanças, o jogo não teve mais o placar alterado

 

 

LIFE | esportes - Publicado 12:13 | - Redação

Compartilhe:

A LIFE INFORMA é um portal de notícias regionalizadas de São José dos Campos -SP.
Quer receber notícias pelo Telegram clique: https://t.me/lifeinform
Denúncias, reclamações e informações: Nossa redação 12 98187-2658
Siga nossas redes sociais: @lifeinforma

Apple APP
Android APP

LIFE | ANÚNCIO DE PARCEIRO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *